Blog da Associação Amigos das Artes de Trás-os-Montes e Alto Douro

29
Jun 08

SANTA      

 

               CASA DA MISERICÓRDIA DE

      MURÇA - Lar de Idosos de candedo

 

A Santa Casa da Misericórdia de Murça e a Junta de Freguesia de Candedo e a

sua população, foi palco inaugural de uma Cerimónia de Inauguração do " Lar de

Idosos de Candedo ", que se realizou no dia 29/06/2008, sendo presidida pelo

Exmo. Sr. Secretário de Estado da Segurança Social Dr. Pedro Manuel Dias de

Jesus Marques.

Foram Protagonistas deste evento. - O Provedor ( Belmiro Manuel Morais Vilela )

e o Presidente da Junta ( Raúl António R. luís )

      

publicado por aaatmad às 23:51

28
Jun 08

Aurora Pinho - Expõe pintura

BIBLIOTECA MUNICIPAL - C.M.DE GAIA

 

Aurora Pinho

nascida em Junho de 1964, no Porto.- Aliando a pintura à literatura,

àreas que a seduzem, tem como temas nos seus mais recentes tra-

balhos, a mitologia clássica e Fernando Pessoa.

Frequentou alguns ateliers  de Mestres conhecidos, onde adquiriu

experiência de desenho e pintura.

Encontra-se representada em várias colecções particulares e está

inscrita na Associação Amigos das artes de Trás-os-Montes e Alto

Douro. ( Telefone: 229 489 191 )

 

Aurora Pinho  - na Biblioteca Municipal da C.M. de Gaia de 4 a 27

de Julho - 2008

 

 

publicado por aaatmad às 19:27

26
Jun 08

 Crepúsculo de

                       Mvalente

 

Professor - nasceu em Matosinhos em 1940. - Pintor e Cera-

mista Autodidacta, ingressou na UATIP onde desenvolveu

conhecimentos técnicos e teóricos com aulas de pintura e de

composição. Conta no seu percurso, algumas dezenas de

exposições individuais e colectivas.

Está inscrito na Associação Amigos das Artes de Trás-os-Mon-

tes e Alto Douro. ( Telemóvel: 969 025 259

 

publicado por aaatmad às 10:16

22
Jun 08

 Martim

Arte e Cultura no Concelho de Murça

 

 

                       Martim terra vizinha ao Douro

 

Homens de casta social mais humildes. A sua sólida presença

tem uma personalidade de cariz muito própria. por esta razão,

e outras, é incontornável a sua evidente expressão na paisa-

gem histórica. À parte das artes chamadas nobres, existe, uma

outra de expressão contemporânea. O 2000 Espaço de Arte e

também a Associação Amigos das Artes de Trás-os-Montes e Alto Douro. Foi fundador ,o Pintor, Jaime Marques, oriundo, às

 raízes de sua esposa, que nesta aldeia nasceu.

Por tudo que nesta terra comporta, o azeite o vinho e a Artes,

já mais, nos sentimos orgulhosos.

 

 

 

publicado por aaatmad às 19:40

14
Jun 08

Dutuca

          expõe pintura

A energia é Luz, a Luz é cor e a cor é vibração

 

A cor não foge à regra: é uma energia pura e a esse título emite vibrações que todos os pintores captam, ás vezes conscientes, mas a maior parte do tempo inconscientes por intermédio dos seus sentidos.
A cor pode trair, repelir, encantar, provocar alegria ou tristeza. Por vezes excita, incomoda, irrita, provoca, inspira, sorri, canta.
E se a cor pode alterar a interpretação de um facto, a atmosfera de um salão de pintura cheio de cor também pode, graças aos seus raios energéticos, ajudar o corpo e o espírito a reencontrarem o equilíbrio e a harmonia.

 

EXPOSIÇÃO "PSICOLOGIA DA COR" DUTUCA
Sábado, 14 de Junho - 2008 - Inauguração

Rua Miguel Bombarda, nº 463 - Porto

Atenção: A exposição prolonga-se até 31 de Julho

publicado por aaatmad às 19:09

08
Jun 08

POESIA DE JAIME MARQUES

    " TÓKINO LINDO "

 Muito perto de mim, sem qualquer sinal,

Teus olhos tristes me fitavam com tristeza?

Minha alma sentia algo que não queria.

Seria cedo ou tarde, a tua presença fatal?

Eras lindo, amigo e fiel pela tua natureza,

que só comigo entendia e aos cães fugia.

 

Tókino, era o seu nome registado de bebé.

Em pequenino, chorava sem ter a mãe ao pé,

de raça rafeirinho, aos meus pés era fofinho.

Sempre brincalhão era o meu pequenitotinho!

De raça barulhenta ladrava a toda a gente,

De pé me dava as patas, de feliz e contente.

 

Tókino este, não comia sem me ver sentado!

Era limpinho, esperto, asseado e engraçado.

Só lhe faltava falar e beijos, gostava dar!

De carro gostava andar de lingua a dar a dar,

Na casa e no carro, era o meu companheiro,

Eu cantava, ele uivava para melhor agradar.

 

De habito, à noite saía, ao meu colo voltou?

Ferido, atacado por cães, debilitado ficou,

Desta à clínica fui, internado a soro o deixei,

Com vida, olhou-me tão trisre, eu tanto rezei!...

Noutra visita, Tókino morto encontrei!

Com muita saudade, no quintal o enterrei.

 

Tókino lindo, que foste e não voltaste!...

Onze anos comigo, de alegrias me deste.

Meu coração é triste, na falta do teu ladrar,

Na porta rapavas, davas sinal para entrar.

Lembro-me de ti molhado. a rir eu te limpava,

De ralhar, roncavas, mas um beijo me davas.

publicado por aaatmad às 20:41

04
Jun 08
 

"ESPÍRITO DO AMOR"

 gilberto russa

 

Gilberto Russa, natural de Matosinhos, nasceu a 24 de Junho de 1959. Artista de essência poética, transporta-nos ao mundo pictórico. A sua pintura mostra-nos a força do seu interior com toda a cor, numa técnica arquitectada e de movimento avançado. Expressa a sua imaginação na transformação da sua obra e em " Espírito do Amor ",  no pensamento de uma viagem astral, abençoada por Deus.

 

Jaime Marques

publicado por aaatmad às 21:42

ATLÂNTIDA

DIAMANTE PERDIDO  -  MITO DA ETERNIDADE

"De concreto, só restará a bondade que nós, povo de Arques, temos para dar ao mundo pala nossa sabedoria."

 

"Para o verdadeiro Arque, as metas não devem ser obras sociais ou caridosas (...) mas sim a implantação do germe da evolução espiritual para o despertar da clarividência interior (...) ao longo do nosso renascimento (...) somos incumbidos, no nosso livre-arbítrio, de construir um mundo melhor a partir da natureza que rege a lei da vida de reencarnações e transmigrações anteriores, na construção da nossa alma, na construção do tempo. Isto significa que muitos de nós, ao longo dos séculos, temos uma identidade própria na ressurreição da civilização de ouro que fomos em Arquétipos, no reino da Atlântida. Seremos para sempre (...) cidadãos do mundo do reino da nova Atlântida."

 

Autores: Gilberto Russa e Albano Chaves

publicado por aaatmad às 15:15

01
Jun 08

M A R T I M

Tal como nos mostra esta aguarela do autor, pintor Jaime Marques, este é o retrato da aldeia pacata, Martim. De identidade nobre, a sua fonte de riqueza está no vinho e no azeite. Possui, cultural e turisticamente, uma galeria de arte que comporta algumas dezenas de obras contemporâneas a ser visitada.

Martim dista 3km da sede de freguesia - Candedo e 10km da sede do Concelho, Murça.

A rusticidade dos materiais e a beleza da paisagem, justificam a sua visita.

publicado por aaatmad às 21:07

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
27

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Participantes
pesquisar
 
blogs SAPO